Mais da metade das meninas mortas em 2018 no Ceará haviam sido ameaçadas - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade