Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Número de açudes sangrando no Ceará sobe para 7
No Cariri, o Cachoeira, em Aurora, é o açude com o maior acumulado na região, com 89,14% de sua capacidade preenchida.
Rogério Brito
Açude Germinal - Foto: Cogerh

Aumentou para sete o número de açudes cearenses que atingiram a sangria em 2024. Os dados são da última atualização do Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Nessa quarta-feira (28), atingiram 100% da capacidade os açudes Santa Maria, Santo Antônio de Aracatiaçu e São Pedro de Timbaúba, todos localizados na Bacia Hidrográfica do Litoral.

Já na manhã desta quinta-feira (29), atingiram a sangria o Patos, também na Bacia do Litoral, e os açudes Acaraú Mirim e Forquilha, na Bacia Hidrográfica do Acaraú. Além deles, o açude Germinal em, Pacoti, segue sangrando.

No Cariri, o Cachoeira, em Aurora, é o açude com o maior acumulado na região. Até a última atualização, o reservatório atingiu 89,14% de sua capacidade máxima.

O volume total acumulado nos açudes monitorados pela Cogerh é de 38, 87%. Sete açudes estão com volume superior a 90% e 45 seguem com volumes abaixo dos 30% da capacidade total.

Compartilhar
Loading spinner
Comentar
+ Lidas
Publicidade