Como a RA e outras tecnologias imersivas podem ser aplicadas no varejo - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Como a RA e outras tecnologias imersivas podem ser aplicadas no varejo
Agência Miséria
Para que a Realidade Aumentada seja efetiva é necessário contar com alguns recursos tecnológicos. (Foto: Andrea Piacquadio/Pexels)

Você talvez não saiba o que é uma tecnologia imersiva, mas talvez já utilizou alguma delas, especialmente se jogou algum game baseado nos conceitos de realidade aumentada e realidade virtual.

A tecnologia imersiva, conforme o próprio nome indica, implica em possibilitar que o usuário tenha uma experiência de imersão em cenários criados em computação. Nesse caso, para facilitar a sua compreensão, é importante conhecer o que cada uma delas significa.

Realidade Aumentada

Também conhecida pelas siglas RA ou AR, ela consiste em uma experiência interativa de um mundo real. Nessa experiência os objetos que estão no mundo real são “acentuados” por informação perceptiva criada por computadores. Em suma, ela altera o mundo real do usuário.

Para que a Realidade Aumentada seja efetiva é necessário contar com alguns recursos tecnológicos. Geralmente eles são um objeto real que possui uma referência para a interpretação e a criação do item desejado.

É necessário também contar com uma câmera ou outro dispositivo com capacidade de transmitir a imagem real do item. É necessário também um software capaz de captar o sinal enviado pela câmera.

A utilização mais conhecida da realidade aumentada no nosso dia a dia é o entretenimento por meio dos filtros para fotos em aplicativos móveis de redes sociais. Também não dá para deixar alguns games, especialmente o Pokemon Go.

Mas o mais interessante é que atualmente a Realidade Aumentada já é usada em outros segmentos, tais como no ensino, no design de produtos e também em estratégias de marketing.

Realidade Virtual

Ela também pode ser chamada de RV ou VR, do inglês Virtual Reality. A Realidade Virtual consiste em uma tecnologia de interação entre um usuário e um sistema operacional. Essa interação ocorre por meio de recursos gráficos 3D ou imagens 360º.

O intuito é estabelecer a sensação de estar presente em um ambiente que possui características diferentes do real.

Empresas que atuam no ramo dos games, como a Valve, por exemplo, hoje em dia são importantes para o desenvolvimento da tecnologia envolvendo a Realidade Virtual.

A interação em Realidade Virtual é feita em tempo real ao utilizar tecnologias e equipamentos computacionais que promovem a ampliação do sentimento de presença do usuário no ambiente virtual. Esta sensação de presença recebe o nome de imersão.

Tecnologias imersivas nos negócios

Não é novidade para nenhum empreendedor que a presença digital é, hoje em dia, um procedimento fundamental para qualquer tipo de empreendimento, seja em uma pequena empresa ou uma multinacional.

Ter um site é importante, ainda mais quando o empreendedor conta com uma boa hospedagem de site que confere vários recursos para melhor o desempenho desse site.

No entanto, só ter um site, um registro de domínio e hospedagem não é suficiente, é necessário também adotar ações diferenciadas para interagir com o usuário. É aí que entram as tecnologias imersivas.

Assim como nos games, a Realidade Virtual e a Aumentada também já podem ser utilizadas no varejo e em outras atividades de comércio. Quer ver alguns métodos de como isso é possível? Então confira abaixo!

Gamificação

Um determinado empreendimento pode ser divulgado por meio de um game. O jogo pode ser uma forma de provocar a imersão do usuário com a marca da empresa, fortalecendo o seu posicionamento entre o público consumidor.

Vendas de móveis e decoração

Lojas que atuam no segmento de móveis e artigos para o lar também podem usufruir da Realidade Aumentada. Um exemplo disso é permitir que os consumidores possam ver antecipadamente como um sofá ou uma mesa vai ficar na sua casa.

Beleza

No segmento de salão de beleza, a Realidade Aumentada surge como uma interessante alternativa para visual como o rosto da cliente vai se adaptar a um novo corte de cabelo e tipos de maquiagens.

Vestuário

Lojas de roupas também podem aproveitar os benefícios da tecnologia imersiva. Um exemplo disso é a possibilidade dos clientes visualizarem se uma determinada peça de roupa vai servir ou não.

Sendo assim, é possível “experimentar” calças, casacos, camisetas, brincos e pulseiras sem entrarem em um provador.

Setor imobiliário

É possível utilizar a tecnologia imersiva da Realidade Virtual para o cliente saber com mais precisão quais são as dimensões de um imóvel que ele vai alugar ou comprar.

Esse recurso representa praticidade, agilidade e facilita ao máximo a interação com os consumidores.

Sendo assim, por meio dos óculos 3D, o cliente tem condições de visualizar antecipadamente até mesmo como uma piscina pode ser colocada no quintal, por exemplo.

A tecnologia imersiva moderniza o atendimento e melhora as vendas

Na era do omnichannel, em que as empresas utilizam vários canais para chegarem até ao consumidor, é possível que varejistas e outros tipos de negócios possam se beneficiar com a utilização das tecnologias imersivas.

Por isso, a Realidade Aumentada assim como a Realidade Virtual se tornam ferramentas válidas para melhorar as vendas e os negócios.

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade