Brasil
Após incêncio
MEC diz que apoiará UFRJ na recuperação do museu
Compartilhar

Incêndio destruiu 20 milhões de itens históricos do Museu Nacional (Foto: Reprodução/ Terra)

Em 03/09/2018 às 09:00
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro da Educação, Rossiele Soares, afirmou hoje (2) que não serão medidos esforços para auxiliar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para recuperar o patrimônio atingido pelo incêndio no Museu Nacional, que fica na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

Em nota, o MEC lamentou o episódio. "O Ministério da Educação lamenta o trágico incêndio ocorrido neste domingo no Museu Nacional do Rio de Janeiro, criado por DomJoão VI e que completa 200 anos neste ano."

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


Rossiele Soares reiterou o empenho e apoio à UFRJ. "O MEC não medirá esforços para auxiliar a UFRJ no que for necessário para a recuperação desse nosso patrimônio histórico."

O Museu Nacional é vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem perfil acadêmico e científico.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


Mais antiga instituição histórica do país, o Museu Nacional do Rio foi fundado por D.João VI, em 1818. Tem nota elevada por reunir pesquisas raras, como esqueletos de animais pré-históricos (dinossauros) e múmias.

O local foi sede da primeira Assembleia Constituinte Republicana de 1889 a 1891, antes de ser destinado ao uso de museu, em 1892. O edifício é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No acervo, com cerca de 20 milhões de itens, há diversificação nas peças, pois reúne coleções de geologia, paleontologia, botânica, zoologia e arqueologia. Há, ainda, uma biblioteca com livros com obras raras.

O Museu Nacional do Rio oferece cursos de extensão e pós-graduação em várias áreas de conhecimento.

Terra


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Qual rede social você mais usa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor