Quarta-feira
24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Morte misteriosa

Tiroteio em Crato deixou o saldo de um morto e outro ferido

Um jovem com idade aproximada de 25 anos tombou no local e foi socorrido em estado grave ao Hospital Regional do Cariri, onde morreu (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Em 12/01/2018 às 06:00

Por Demontier Tenório
 

Após dezessete dias de tranqüilidade um homicídio foi registrado em Crato e uma pessoa saiu ferida por ocasião de um tiroteio em frente ao número 388 da Travessa Potengi no bairro Seminário às 16 horas desta quinta-feira. A investida por parte de homens que trafegavam num Fiat de cor prata teria o objetivo de matar Rosalvo Luís Carlos, de 40 anos, residente naquela via. Ele saiu baleado e recebeu apenas atendimento ambulatorial no Hospital São Camilo.

Já um rapaz de aproximadamente 25 anos tombou agonizando no local. Este foi socorrido ao Hospital Regional do Cariri com um tiro na cabeça e morreu por volta das 19h30min. Ele não possuía documentos que permitissem a sua identificação e ostentava no braço direito a tatuagem de uma carpa, enquanto, no braço esquerdo, os nomes “Rodrigo”, “João Miguel” e “Fernanda”. No local do tiroteio uma equipe do RAIO recolheu, ao lado desse jovem, uma espingarda calibre 12 com 12 cartuchos intactos.

A polícia está investigando se Rosalvo teria agido em legítima defesa e disparado contra o rapaz ou se este foi atingido por seus próprios companheiros acidentalmente. Rosalvo e Ítalo Stefano de Lima Silva, 24 anos, o “Fanin”, foram presos no dia 13 de junho de 2016 como suspeitos do assassinato de Caio Pereira da Silva, de 18 anos, que residia em Araripina (PE), no dia anterior. Já no último dia 25 de setembro, Rosalvo foi vítima de um atentado à bala no bairro Seminário.

O homicídio de ontem foi o primeiro deste ano no Crato, onde 61 pessoas tombaram mortas no decorrer de 2017 ou cinco a menos na comparação com o ano anterior. O último assassinato em Crato tinha ocorrido durante uma confraternização natalina na Rua Professor Teófilo Cavalcante no bairro Lameiro. O motorista Matheus Silva Mendes, de 21 anos, foi morto a golpes de faca. Ele morava naquela via e estava numa bebedeira quando se envolveu numa discussão e terminou esfaqueado.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira