Nordeste
Piauí
Jovem é preso suspeito de mandar matar padrasto para assumir negócio da vítima em Teresina
Em 11/03/2019 às 17:30

Caso é acompanhando pelo Departamento de Homicídio e Proteção À Pessoa (DHPP) (Foto: Reprodução)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

Victor Kauê Brandão França, 28 anos, foi preso nesta segunda-feira (11), no município de Lagoa Alegre, Norte do Piauí, suspeito de mandar matar o padrasto para assumir o negócio da vítima. John Kellsony Barbosa de Andrade foi assassinado com cinco disparos de arma de fogo dentro da empresa da qual era proprietário em Teresina.

O crime aconteceu no dia 30 de junho de 2016 na empresa de John Kellsony localizada no bairro Manoel Evangelista, Zona Sudeste da capital. O delegado Jarbas Lima, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), disse ao G1 que a investigação apontou o enteado da vítima como mandante do crime.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
De acordo com o delegado, o enteado da vítima pagou o crime pagou pelo assassinato com um revólver calibre 38. “A motivação do crime estaria ligada com a ambição dele pelos negócios de seu padrasto. Ele queria assumir o negócio de venda, aluguel e conserto de sinuca. Queria o dinheiro da vítima”, explicou o delegado.

Victor foi preso pela Polícia Militar de Lagoa Alegre depois do DHPP informar aos policiais seu paradeiro. Após a prisão, uma equipe do DHPP foi até a cidade para fazer a condução do preso.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
O crime

Segundo a polícia, John Kellsony estava dentro da sua empresa quando foi surpreendido por dois homens. “A vítima trabalhava no conserto de uma mesa de sinuca dentro de sua marcenaria quando esses dois indivíduos, cada um armado com um revólver”, disse o delegado Jarbas Lima.

“Eles adentraram o estabelecimento, não pediram nada e logo em seguida um dos indivíduos gritou para o outro: ‘Atira! Atira!’, instante em que alvejaram a vítima e depois evadiram do local”, completou o delegado do DHPP.

Um dos homens apontados pela Polícia Civil como executor do crime, Cleiton da Conceição, foi preso no dia 9 de março de 2018. O outro suspeito de atirar em John Kellsony, identificado como Francisco Tiago Vasconcelos Sousa, foi morto em sua residência no mês de agosto de 2017.

Fonte: G1 PI

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Com que frequência você utiliza os serviços dos Correios?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor