Quinta-feira
20 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Cerimônia

Prêmio de música supera a falta de verba e celebra Ney Matogrosso

Em 20/07/2017 às 08:25
Compartilhar
Prêmio de música supera a falta de verba e homenageia Ney Matogrosso (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)

Uma noite de premiação e homenagens que escala como convidados os magnéticos Chico Buarque e Ivete Sangalo, mais jovens elétricos como Karol Conká e o BaianaSystem, arrisca escantear seu homenageado. Isso se este não fosse o igualmente elétrico e magnético Ney Matogrosso, estrela da cerimônia do 28º Prêmio da Música Brasileira.

A celebração, realizada no Teatro Municipal do Rio, teve pela primeira vez ingressos vendidos para o público, em consequência da inédita falta de patrocínio. Os efeitos foram sentidos: um grito de "fora, Temer" ecoou na sala quando Chico, o convidado mais aguardado da noite, se preparava para cantar a sua "As Vitrines". Com um movimento dos olhos, o cantor mostrou sua concordância com o protesto.

A essa altura, Ney já havia aberto a festa interpretando "Melodia Sentimental" (Villa-Lobos e Dora Vasconcellos). Antes dele, o idealizador do prêmio, José Maurício Machline, lembrou das dificuldades para montar essa edição sem patrocinador.

"Não acredito que chegamos aqui hoje. Passei meses numa peregrinação louca para fazer o prêmio da maneira como acredito, em respeito a quem faz a música nesse país. Parece que tudo à nossa volta quer que a gente desista", disse Machline. "O que nos encorajou foi o apoio da classe artística e de algumas empresas. Descobrimos que ainda existe solidariedade."

Apresentada pela atriz Maitê Proença e pela cantora Zélia Duncan (também responsável pelo roteiro), a cerimônia foi até mais dinâmica do que de hábito -havia 79 indicados em 35 categorias, mas o ritmo não ficou arrastado como em anos anteriores.

A escassez de dinheiro não teve maior impacto no cenário (aproveitado do próprio Municipal), e os erros e falhas técnicas não foram mais numerosos do que de costume. O improviso só ficou mesmo evidente na hora de anunciar os indicados de cada categoria, o que foi feito com gravações toscas de artistas, que citavam os concorrentes.

Entre os premiados, o maior vencedor foi maestro Letieres Leite, que levou o troféu de arranjador e, na categoria instrumental, os de álbum e grupo. Lenine, Tom Zé e BaianaSystem ganharam dois troféus cada um.

Se a premiação em si é valorizada pelos participantes, para o público interessam mais as apresentações musicais, sempre dedicadas ao homenageado. Nesta edição, os convidados alternaram altos e baixos cantando músicas do repertório de Ney.

Saíram-se melhor os que levaram as canções para suas praias e improvisaram, como Karol Conká, numa versão rap dance da animada "Homem com H", e o BaianaSystem, que deu gás à difícil "Inclassificáveis", justificando seu troféu de revelação de 2016.

Lenine (premiado como melhor cantor e álbum de MPB) fez uma boa versão abolerada de "Bicho de Sete Cabeças", enquanto Ivete Sangalo (eleita melhor cantora na categoria canção popular) apresentou uma versão contida de "Sangue Latino", aquém de suas possibilidades e da original.

Houve quem chamasse mais atenção pela performance do que pela interpretação -casos de Alice Caymmi (que venceu por melhor DVD) e Laila Garin, que se beijaram na boca ao fim de "Bomba H", e de Pedro Luis, que tirou a gravata e a usou como venda enquanto cantava "O Mundo".

Ney encerrou a festa com um mini-show que teve "Bamboleô" e os hits "Rosa de Hiroshima", "Balada do Louco" e "Pro Dia Nascer Feliz". Aplaudido de pé por colegas e público, venceu a timidez para agradecer.

"Eu tenho um pouco de dificuldade para receber [homenagens], mas agora liberei, estou recebendo. Obrigado a todos", disse o cantor. Com informações da Folhapress.

Categorias e Vencedores

CANÇÃO POPULAR - CANTOR

Odair José - "Gatos e Ratos"

CANÇÃO POPULAR - CANTORA

Ivete Sangalo - "Acústico em Trancoso"

CANÇÃO POPULAR - ÁLBUM

"Elza Canta e Chora Lupi" - Elza Soares

CANÇÃO POPULAR - DUPLA

Zezé di Camargo e Luciano - "Dois Tempos"

CANÇÃO POPULAR - GRUPO

Saulo Duarte e a Unidade - "Cine Ruptura"

MPB - CANTOR

Lenine - "The Bridge, Lenine e Martin Fondse Orchestra"

MPB - CANTORA

Maria Bethânia - "Abraçar e Agradecer"

MPB - ÁLBUM

"The Bridge, Lenine e Martin Fondse Orchestra" - Lenine

MPB - GRUPO

MPB 4 - "O Sonho, a Vida, a Roda Viva!"

MELHOR CANÇÃO - Melhor Canção

"Descaração Familiar", de Tom Zé, intérprete Tom Zé

POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK - CANTOR

Rael - "Coisas do Meu Imaginário"

POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK - CANTORA

Maria Gadú - "Guelã ao Vivo"

POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK - ÁLBUM

"Canções Eróticas de Ninar" - Tom Zé

POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK - GRUPO

BaianaSystem - "Duas Cidades"

SAMBA - CANTOR

Zeca Pagodinho - "O Quintal do Pagodinho, ao vivo - Volume 3"

SAMBA - CANTORA

Roberta Sá - "Delírio no Circo"

SAMBA - ÁLBUM

"Samba Original" - Pedro Miranda

SAMBA - GRUPO

Casuarina - "7"

REGIONAL - CANTOR

Alceu Valença - "Vivo! Revivo!"

REGIONAL - CANTORA

Ana Paula da Silva - "Raiz Forte"

REGIONAL - ÁLBUM

"Cabaça d´Água" - Alberto Salgado (produzido por: Alberto Salgado)

REGIONAL - DUPLA

Zé Mulato & Cassiano - "Bem Humorados"

REGIONAL - GRUPO

Grupo Rodeio - "Trilhando o Rio Grande"

REVELAÇÃO

BaianaSystem - "Duas Cidades"

ARRANJADOR

Letieres Leite (Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz - "A Saga da Travessia")

ÁLBUM ELETRÔNICO

"Craca, Dani Nega e o Dispositivo Tralha" - Craca e Dani Nega (produzido por: Craca Beat)

ÁLBUM EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

"Yentl em Concerto" - Alessandra Maestrini (produzido por: João Carlos Coutinho)

ÁLBUM ERUDITO

"Ernesto Nazareth Integral, por Maria Teresa Madeira" - Maria Teresa Madeira (produzido por: Marcelo Rodolfo, Maria Teresa Madeira)

ÁLBUM INFANTIL

"Os Saltimbancos Sinfônico" - Orquestra Petrobras Sinfônica (produzido por: Orquestra Petrobras Sinfônica)

ÁLBUM PROJETO ESPECIAL

"Delírio de Um Romance a Céu Aberto" - Zé Manoel (produzido por: Thiago Marques Luiz)

MELHOR DVD

"Rainha dos Raios ao Vivo" - Alice Caymmi (dirigido por: Paulo Borges)

INSTRUMENTAL - ÁLBUM

"A Saga da Travessia" - Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz (produzido por: Letieres Leite, Carlos Ezequiel)

INSTRUMENTAL - GRUPO

Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz - A saga da travessia

INSTRUMENTAL - SOLISTA

Toninho Ferragutti (Toninho Ferragutti Quinteto - "A Gata Café")

PROJETO VISUAL - Projeto Visual

"Amor Geral" - Fernanda Abreu (Giovanni Bianco)

NoticiasaoMinuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira