Domingo
21 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 21 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Diz estudo

Força de chute do bebê no útero chega a mais de 4kg

Em 26/01/2018 às 12:00
Compartilhar
(Foto: Reprodução/ Terra)

Sentir o bebê se mexendo e chutando na barriga é um dos momentos considerados mágicos pelos pais e pela família, mas algumas mães podem sofrem um pouco mais do que o esperado com essa agitação. De acordo com um estudo, o primeiro a analisar esse aspecto, realizado pela Imperial College of London, na Inglaterra, os bebês podem exercer uma força de 4 quilos ao chutar dentro do útero.

Os pesquisadores usaram a tecnologia de ressonância magnética (MRI) para rastrear os movimentos dos bebês, quantificar os chutes e a força muscular. Em seguida, eles aplicaram as medidas aos modelos tridimensionais de um esqueleto fetal. A análise foi feita com bebês da 20ª até a 35ª semana de gestação.

Os autores descobriram que a força de chute dos bebês aumenta significativamente quando eles estão entre a 20ª e a 30ª semana de gestação e, em seguida, declina bruscamente após esse tempo, provavelmente porque os bebês têm menos espaço no útero para se mover enquanto eles crescem.

O estudo destaca que o movimento dos bebês no útero é algo muito positivo e essencial para a saúde do feto. Os ?chutes? servem como exercício, trabalhando a força muscular e óssea dos bebês. Também é importante para as articulações dos pequenos, auxiliam na formação correta das mesmas e prevenindo doenças ao longo da vida.

"Esta pesquisa representa a primeira quantificação da força de chute e do estresse mecânico e da tensão devido aos movimentos fetais no esqueleto humano no útero, avançando assim a nossa compreensão do ambiente biomecânico do útero", observam os pesquisadores. "Além disso, ao revelar uma ligação potencial entre a biomecânica fetal e as malformações esqueléticas, nosso trabalho estimulará futuras pesquisas em engenharia de tecidos e mecanobiologia", traz o artigo.

Terra

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira