Domingo
19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 19 de Agosto de 2018
Publicidade
Publicidade
Libertadores

Chapecoense pede a exclusão do Nacional por gesto de torcedor

Em 03/02/2018 às 07:30
Compartilhar
Um torcedor do Nacional que foi à Arena Condá e fez gesto de avião já foi excluído pelo clube (Foto: Reprodução)

Dois torcedores do Nacional-URU, percebendo que estavam sendo filmado, fizeram gestos em alusão ao avião da Chapecoense que caiu na Colômbia em novembro de 2016 e se transformou na maior tragédia do esporte na história. A cena aconteceu na última quarta-feira, na Arena Condá, no primeiro duelo entre as equipes pela segunda fase da Copa Libertadores da América.

Por causa disso, o clube catarinense resolveu tomar uma medida drástica. Nessa sexta-feira, por meio de comunicado oficial, a Chape informou que solicitou junto a Conmebol a exclusão imediata do Nacional do torneio continental.O caso já está nas mãos da Unidade Disciplinar da Confederação para ser analisado. A Chapecoense, que perdeu por 1 a 0 na quarta-feira, pede que o julgamento aconteça antes da partida de volta, por enquanto marcada para quarta-feira, em Montevidéu. A tendência, no entanto, é de um pronunciamento oficial da Conmebol apenas após o desfecho do jogo.

O clube brasileiro baseia seu pedido de exclusão do rival nos artigos 8 e 14 do regulamento da Libertadores, que tratam de responsabilidade objetiva dos clubes e discriminação e comportamentos similares, respectivamente.

O Nacional já se manifestou com uma carta à Conmebol em que se diz envergonhado e garante que já identificou e excluiu um dos torcedores de seu quadro associativo.

“Queremos comunicar nosso mais íntimo e profundo sentimento de vergonha. Solicitamos encarecidamente que sejam aceitas as nossas profundas manifestações de desculpas pelo horroroso e repudiável gesto”, diz parte do texto do clube uruguaio. “É muito difícil encontrar as palavras adequadas. Apelamos à vossa indulgência para compreender nossa inquietação e aceitar nossas desculpas destacou o texto”, completa a carta.

 

gazetaesportiva

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira