Terça-feira
25 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 25 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Campeonato Carioca

Flamengo e Botafogo costuram acordo por semifinal no Engenhão

Em 06/02/2018 às 11:00
Compartilhar
As equipes se enfrentam no próximo sábado, pelas semifinais da Taça Guanabara (Foto: Reprodução)

A semifinal da Taça Guanabara ainda não tem um palco definido, mas Flamengo e Botafogo podem transformar a rivalidade quente dos últimos anos em uma trégua e fazer a disputa no Engenhão, estádio do clube alvinegro.

Sem acordo para que o jogo fosse disputado no Mané Garrincha, a partida esteve a ponto de ser anunciada para o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O Botafogo, então, acenou com a possibilidade de abrir as portas do Nilton Santos para o clássico. Mandantes da semifinal, os rubro-negros avaliam com interesse a opção.

Como os estádios que receberão os clássicos do Carioca devem ser uma decisão conjunta entre os clubes, a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) teve de entrar em campo para ajudar em uma composição. Antes uma possibilidade que parecia remota, o Engenhão ganhou força após uma aproximação dos presidentes Eduardo Bandeira de Mello e Nelson Mufarrej, ambos presentes em um evento na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Caso o clássico seja disputado na cidade do Rio, a Polícia Militar terá de deslocar um contingente para o estádio alvinegro em pleno sábado de Carnaval. Embora não admita publicamente, a corporação não gosta da ideia destes eventos simultâneos.

Além do sinal verde da polícia, rubro-negros e alvinegros ainda têm de acertar a composição financeira do jogo e a definir as responsabilidades para a organização do espetáculo. A divisão do público, aliás, é uma pedra no sapato, já que há a necessidade de determinar se a proporção de torcidas será igual. Se as questões não forem superadas, Volta Redonda receberá o duelo.

Esta reaproximação dos adversários é um movimento que vem desde a posse de Mufarrej no cargo. Seu antecessor na presidência, Carlos Eduardo Pereira, cortou o diálogo com o Flamengo desde que Willian Arão desembarcou na Gávea. Os desentendimentos tiveram outros capítulos e o ex-mandatário declarou que o rival não jogaria no Engenhão durante sua gestão. Aos poucos, o novo presidente vem abaixando o tom e procurando se unir ao Flamengo em pautas que sejam de interesse mútuo.

Por meio de sua conta no Twitter, a Ferj prometeu uma definição até 12h desta terça-feira. Possível casa do jogo de sábado, o estádio do Botafogo já foi indicado como palco da semifinal entre Bangu e Boavista, quinta-feira, às 17h.

 

noticiasaominuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira