Sábado
26 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 26 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Influenza

Número de óbitos por H1N1 sobe para quatro no Ceará

Em 20/04/2018 às 06:20
Compartilhar
Casos confirmados passaram de 7 para 24. Sesa orienta que municípios iniciem vacinação hoje (Foto: Reprodução)

Subiu para quatro o número de óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada pelo vírus influenza A H1N1 no Ceará, neste ano. A informação foi divulgada ontem (19), em boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Aumentaram também os casos confirmados da doença no Estado, que chegam a 24. Diante da preocupação dos cearenses em relação ao vírus, que tem provocado corrida às clínicas particulares em busca da vacina, a Sesa orientou que os municípios iniciem hoje (20) a imunização dos grupos prioritários, inicialmente prevista para começar na próxima segunda (23).

Ainda segundo o boletim da Sesa, o Ceará também registrou um caso de SRAG causada pelo vírus A H3/Sazonal, e dois pelo vírus influenza B. Em nota técnica lançada na última terça-feira (17), o órgão havia confirmado oito casos de SRAG por influenza (sendo sete por H1N1 e um por influenza B) e 3 óbitos (todos por H1N1).

Vítimas

De acordo com a Sesa, sete municípios cearenses contabilizaram casos de SRAG por influenza dos subtipos A H1N1, A H3/Sazonal e influenza B. Já os óbitos foram confirmados em 4 cidades: Fortaleza (1), Eusébio (1), Iracema (1) e Solonópole. Destes, dois ocorreram em pacientes do sexo masculino e dois em pacientes do sexo feminino.

A superintendente de redes hospitalares e ambulatoriais da Sesa, Tânia Coelho, afirma que o órgão está acompanhando a evolução de casos no Estado e recomendando às unidades de saúde que notifiquem as ocorrências graves da doença. Segundo a gestora, embora os registros de SRAG por influenza em 2018 sejam inferiores ao total contabilizado em 2017 (36), a população deve se manter atenta às medidas de prevenção, uma vez que a quantidade de ocorrências é maior nesta época do ano.

"Sabemos que nessa época há um aumento de casos de doenças relacionadas à estação. As pessoas têm de ficar atentas, reforçar medidas de higienização e evitar aglomerados", acrescenta a superintendente.

Tânia ressalta que a doença é comum e apresenta registros todos os anos. Em geral, casos mais graves são observados entre os chamados grupos de risco, dos quais fazem parte crianças menores de cinco anos, idosos com mais de 60 anos, pacientes com doenças crônicas, gestantes, puérperas e outros públicos. Para evitar alarme, ela orienta que a população acompanhe os dados somente a partir dos boletins do órgão.

"A população tem que acompanhar o boletim e não informações vagas que vêm aparecendo em grupos e que só assustam as pessoas", acrescenta.

Ontem (19), a Sesa autorizou que os municípios iniciassem a vacinação contra a influenza nesta sexta-feira. Conforme a superintendente, grande parte das cidades já possui doses da vacina em estoque e, por isso, deve antecipar a imunização, que estava prevista para começar na segunda-feira (23). A ação será voltada para os grupos prioritários. Caso haja saldo de vacinas após o fim da campanha, marcado para 1º de junho, a imunização poderá ser disponibilizada para a população em geral.

Vacina

Tânia Coelho explica que a vacina encontrada nos postos de saúde é trivalente, oferecendo cobertura para três cepas do vírus influenza. Em relação à vacina tetravalente, ofertada em algumas clínicas da Capital, ela observa que ambas oferecem proteção contra o H1N1. "A cobertura das vacinas incluem os vírus que estão circulando. Não tem problema ser tri ou tetravalente, todas cobrem e não há contraindicação", afirma.

No Ceará, 2,28 milhões de pessoas devem se vacinar. A imunização será disponibilizada nos postos de saúde com salas de vacina, hospitais, postos volantes e instituições de idosos.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira