Polícia
Mortes no Cariri
Final de semana com quatro mortes no Cariri, incluindo o latrocínio contra uma mulher
Por:
Repórter Demontier Tenório
Em 23/07/2018 às 10:35

Rita Orlanda foi vítima de latrocínio em Araripe e “Toin Lava a Jato” de acidente com moto em Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Compartilhar

Caiu de oito para quatro o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram duas vítimas fatais em acidentes de trânsito em Juazeiro, um caso de latrocínio em Araripe e um achado de cadáver na mesma cidade. Apenas uma morte foi registrada no sábado e as outras três aconteceram neste domingo.

Por volta das 18h30min de sábado a comerciante Rita Orlanda da Silva, de 37 anos, foi morta com um tiro durante assalto na sua loja LB Celular que funciona na Rua Antônio Nunes de Alencar no centro de Araripe. Quatro homens armados chegaram ao estabelecimento em duas motos anunciando o assalto. O quarteto já tinha rendido o esposo dela Vítor Alves Pereira Neto, de 38 anos, e, na chegada de Rita, eles seguraram a mesma pelo pescoço, arrastaram para o interior da loja e mataram com um tiro.

Já aos 30 minutos da madrugada deste domingo, na Avenida Humberto Bezerra em frente ao Cemitério Parque das Flores (Timbaúbas) em Juazeiro, houve um acidente com vítima fatal. Antonio Pinheiro Torres da Silva, de 39 anos, o “Toin do Lava a Jato” que residia na Rua Luiz Galvão Pereira naquele bairro, pilotava sua moto Honda Biz 125 de cor azul e placa HXT-9317 quando perdeu o equilíbrio e bateu num poste daquela via, morrendo no local. O mesmo possuía um lava a jato no bairro Pio XII.

Às 12h30min, na Avenida Ailton Gomes quase em frente a agência Pirajá do Banco do Brasil em Juazeiro, o aposentado José Pereira de Lima, de 75 anos, que residia na Rua John Lennon naquele bairro, morreu num acidente de trânsito. Ele atravessava a via quando foi atropelado por uma moto Honda CG 125 Fan de cor preta e placa PNI-8162 pilotada por Antônio Haroldo Araújo Nunes, de 44 anos, igualmente morador do bairro Pirajá, que terminou preso pelo Soldado Robson que passava na hora.

No mesmo horário, porém num matagal perto do açude do Distrito de Alagoinha cerca de 20 Km para o centro de Araripe, foi encontrado o cadáver do ex-presidiário Antonio Leôncio da Silva Filho, de 42 anos, o “Eltin”, que residia em Campos Sales. Segundo familiares, o mesmo estava desaparecido desde o dia 12 de julho e até já tinham registrado BO na Delegacia de Araripe. Ele respondia por crimes de receptação e cédula falsa e tinha sido vítima de lesão corporal em setembro de 2002 em Araripe.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você sabe o que significa ou escuta podcasts?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor