Domingo
23 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Técnico

Felipão pode atingir 200 vitórias pelo Palmeiras em clássico

Em 09/09/2018 às 15:20
Compartilhar
Felipão chegou a 199 vitórias pelo Palmeiras no jogo contra o Atlético-PR, quarta (Foto: Reprodução/ Terra)

 Luiz Felipe Scolari pode atingir neste domingo, contra o Corinthians, a marca de 200 vitórias pelo Palmeiras. O técnico está em sua terceira passagem pelo clube e atualmente tem o seguinte recorde: 199 vitórias, 113 empates e 106 derrotas em 418 jogos.

Com uma equipe praticamente reserva, Felipão tenta manter o time alviverde ainda próximo da briga pelo título brasileiro, no clássico das 16h no Allianz Parque, e de quebra melhorar suas estatísticas contra um rival especial em sua história.

O retrospecto do treinador nos Palmeiras x Corinthians em suas duas primeiras passagens é de dez vitórias, nove empates e dez derrotas. Mas as memórias no Dérbi são doces para ele, que viu sua equipe eliminar o maior rival duas vezes seguidas na Libertadores, em 1999 (quando foi campeão) e em 2000 (vice).

Entre os torcedores, outro episódio muito lembrado ocorreu durante os jogos da Libertadores de 2000. Após perder na ida por 4 a 3, o técnico chamou o grupo para uma reunião em que o áudio acabou vazando. Durante a bronca, pediu aos jogadores para ter "raiva da p... do Corinthians". O time venceu a volta por 3 a 2, Marcos fez história ao pegar o pênalti de Marcelinho Carioca, e o time avançou à decisão.

Entre 1997 e 2000, em sua primeira passagem, Scolari conseguiu nove vitórias, seis empates e sofreu seis derrotas no clássico. Os números não foram os mesmos entre 2010 e 2012, sua segunda passagem, quando o Corinthians tinha um dos principais elencos do Brasil, e o Palmeiras sofria com administrações complicadas: uma vitória, três empates e quatro derrotas.

Foi em uma dessas partidas, em 2011, que houve a também famosa discussão entre ele e Tite, que gritou a Felipão: "Fala muito!". O relacionamento dos dois, antes amigos, degringolou nessa época.

Na quarta-feira, após a ganhar do Atlético-PR, o técnico foi perguntado sobre o que poderia passar aos atletas sobre o Dérbi, que nos últimos dois anos têm patinado contra o rival. Ele evitou aumentar o tamanho da partida.

- Insatisfação da torcida por perder o jogo é porque você perde três pontos. Se quiserem ficar bravos comigo tudo bem. Podem ficar. Mas a minha visão é que são três pontos e eu quero três pontos. O nome do adversário não importa - afirmou.

Segundo técnico com mais jogos pelo Palmeiras, Felipão tenta se tornar também o segundo com mais vitórias. Vanderlei Luxemburgo é o dono do posto, com 221 triunfos, enquanto Oswaldo Brandão lidera, com 341.

Terra

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira