Ceará
Professores comemoram
Após pressão, deputada Silvana retira proposta do "Escola sem partido" no Ceará
Compartilhar

Projeto tramitava desde 2015 na Assembleia Legislativa; Professores comemoram (Foto: Assembleia Legislativa do Ceará)

Por Alana Soares/ Agência Miséria
Em 13/12/2018 às 12:15
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

A deputada Silvana Oliveira (PR), proponente do projeto "Escola sem Partido" no Ceará, retirou a proposta nesta quinta-feira, 13. O texto iria passar pela Comissão de Mérito da Assembleia Legislativa do Ceará nesta mesma manhã, em reunião ordinária.

O projeto, que tramita desde 2015, havia sido aprovado com quatro votos favoráveis na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) na terça-feira, 11, dando continuidade ao trâmite normal de projeto de lei.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nacionalmente, a proposta de mesmo nome foi arquivada.

Ao jornal OESTADO, a deputada Silvana disse não ter pressa para aprovar a lei e vai aguardar a nova composição da casa legislativa em 2019, quando deve ganhar apoio de deputados conservadores do PSL.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


PROFESSORES

Sindicatos e profissionais da educação organizados na Frente "Escola Sem Mordaça" que vinham fazendo pressão tanto no plenário quanto nos gabinetes dos deputados comemoraram a decisão caracterizando como ´vitória parcial´.

Em entrevista ao site Miséria, a professora da educação pública Anna Karina Cavalcante considera que o projeto havia perdido força com a virada de votos após pressão da categoria em organizar uma agenda de campanha contrária na capital e no interior, inclusive com possibilidade de greve.

"Com certeza iríamos puxar, sim, uma greve, de não começar o ano letivo, se fosse aprovado perseguição a professores", afirma Anna Karina, membro da Frente "Escola Sem Mordaça".

A professora acredita que 2019 terá uma agenda intensa de lutas para a categoria. "Não tem como um professor da aula de uma forma tranquila, entrar em sala de aula, sabendo da possibilidade de ser filmado e ser escrachado moralmente", disse.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Na última semana o Conselho Estadual de Educação (CEE) aprovou, por unanimidade, a resolução que garante a liberdade de expressão e de pensamento do professor no exercício da docência nas escolas de educação básica e nas universidades integrantes do Sistema de Ensino do Estado do Ceará.


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acredita que a chuva no dia de São José é certeza de bom inverno?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor