Ciência e Saúde
Aliados da saúde
Plantas medicinais combatem de tosse a câncer de próstata
Em 04/04/2019 às 08:30

Chás, sucos e pastilhas são receitas que aproveitam as propriedades das espécies (Foto: Reprodução/ G1)

Compartilhar

Alguns aliados da saúde podem ser encontrados em praças da cidade ou mesmo plantados no quintal de casa. Apesar de parecerem ornamentais, a medicina popular é um campo que explora essas variedades. Saber usar as plantas é uma fórmula para uma aproximação com a natureza e para a garantia da presença de uma "farmácia" no jardim.

Tosse e rouquidão

Esse é o caso do malvarisco, um anti-inflamatório natural que se torna excelente aliado no combate à bronquite, tosse, dor de garganta e rouquidão. A receita do remédio feito com ele depende apenas de algumas folhas e um pouco de açúcar levados ao fogo.

A mesma fórmula simples serve para a elaboração de uma pastilha com o vegetal. E as vantagens do malvarisco não param por aí, já que a planta costuma ser usada para temperar carnes ou acrescentar sabor em sucos de frutas.

Obstrução das vias aéreas

O chá de guaco também é um eficiente remédio para fortalecer os pulmões e acalmar a tosse. A “magia” das folhas da planta é consequência da presença da cumarina, uma substância que ocorre na árvore do cumaru. Também presente no agrião, na canela e na castanha-da-índia, essa propriedade química consegue agir como anticoagulante e relaxante muscular das vias aéreas respiratórias.

Dores no estômago e fígado

A pariparoba é estimulante das funções estomacais e pode impedir até as doenças do fígado. A planta, de folhas largas, pode ser misturada com água para a produção do chá, que tem efeitos no ritmo da digestão.

Gastrite, gases e má digestão

Boldo-brasileiro, boldo-gambá, falso-boldo e boldo-do-chile. Os dois primeiros possuem propriedades que auxiliam nos problemas de gastrite e úlcera. O falso-boldo tem ação predominante no sistema digestivo, com o controle dos gases e no tratamento de inflamação na vesícula e nos males do fígado.

Já o chamado boldo-do-chile ou boldo-verdadeiro age no alívio estomacal e no combate à má digestão. Chás e sucos podem ser preparados de diferentes maneiras com os quatro tipos de boldo para que as pessoas sintam os benefícios da planta.

Inflamações e picadas de insetos

Conhecido também como macaé ou erva das lavadeiras, o rubim é rico em flavonoide, um anti-inflamatório natural. Considerado fruto de planta daninha, pela rápida proliferação, o remédio pode ser misturado com álcool para agir no inchaço das picadas de insetos, em inflamações e torções.

Um chá produzido com a espécie também consegue manter as propriedades da planta e até desempenhar ação cicatrizante e antioxidante, prevenindo o envelhecimento.

Herpes e insônia

A camomila é um dos ingredientes mais conhecidos para compor chás calmantes. Além do potencial do relaxamento, dores estomacais, intestinais e cólicas menstruais são contidos com a erva.

A planta, diluída em água morna, pode servir de enxaguante bucal contra gengivite, afta e herpes. Compostos com a camomila também atuam como anti-inflamatórios em processos alérgicos, como a rinite, e no combate à insônia.

As sementes e mudas são cultivadas em pequenas jardineiras e, apesar de mais comuns na África e na Ásia, a camomila se adapta ao solo brasileiro com eficiência. Com a dica do plantio, até uma fórmula contra olheiras pode ser feita usando a planta.

Diarreia e câncer de próstata

Saindo do universo das ervas, um fruto também desempenha fortes papeis medicinais. É a goiaba, rica em efeitos antimicrobianos e anti-inflamatórios. As folhas fervidas podem ser depositadas na pele para acelerar a cicatrização e evitar o aparecimento de espinhas.

O chá feito com o broto da fruta também é capaz de agir no combate à diarreia e a goiaba vermelha já foi, inclusive, indicada como uma aliada no combate ao câncer de próstata.

G1

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você já tentou subornar guardas de trânsito durante blitz?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor