Cultura
Crise na Cultura
“Não temos recursos para programação a partir de agosto”, diz diretor do Centro Cultural BNB do Cariri
Por:
Jornalista Alana Soares
Em 26/06/2019 às 11:00

Fachada do Centro Cultural BNB do Cariri, em Juazeiro do Norte. (Foto: Reprodução)

Compartilhar

O orçamento do Centro Cultural Banco do Nordeste na região do Cariri está comprometido e sua programação cultural anual sofrerá cortes a partir de julho.

“Não temos recursos para programação cultural a partir de agosto em diante”, declarou o diretor do CCBNB do Cariri, Ricardo Pinto, ao Miséria. O equipamento sofreu contingenciamento orçamentário anual na ordem de 35%, algo que impactou profundamente nas atividades do Centro.

Segundo o diretor, os 65% restantes serão praticamente consumidos até o final de junho.

Sem verba, o equipamento sofreu duras perdas em sua programação cultural e deverá se voltar para atividades sem cachê e sem custos a partir de agosto. Já no mês de julho teve redução nas atividades, incluindo a exposição da artista visual Raquel de Melo Versieux, que publicou nota de repúdio na internet.

“Estamos procurando alternativas, vamos usar da criatividade, para que o equipamento não fique esvaziado”, diz o diretor, descartando a possibilidade do Centro Cultural fechar as portas neste momento.

Inaugurado em Juazeiro do Norte no ano de 2006, o CCBNB Cariri é o segundo do tipo, sendo o primeiro em Fortaleza, datado de 1998, e o terceiro na cidade de Sousa, na Paraíba, inaugurado em 2007.

O objetivo prioritário dos centros culturais é fortalecer o desenvolvimento regional através da inclusão social na cadeia produtiva da cultura. Além de dispor de biblioteca gratuita e atualidade, acesso à internet, programação diária de teatro, música, literatura e artes visuais, também contempla a formação artística e crítica.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você se sentiu ofendido com o comentário de Bolsonaro sobre os governadores do nordeste?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor