Esporte
Brasileirão
Vovô e Leão terão confrontos diretos em retorno da Série A
Para permanecerem na elite brasileira, os times cearenses precisam aumentar suas taxas de aproveitamento contra adversários em duelos diretos quando o campeonato retornar; Goiás, Botafogo e Bahia são alguns deles
Em 12/07/2019 às 07:45

Contra o Vasco, o Fortaleza arrancou empate importante para a sua posição na tabela (Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

Compartilhar

Em um Campeonato Brasileiro de 38 rodadas, todos os jogos valem a mesma pontuação, três, mas quando se trata de confrontos diretos, ou seja, pelo mesmo objetivo, costuma-se dizer que o valor do jogo dobra, o chamado jogo de seis pontos.

Nos casos de Ceará e Fortaleza, ambos com 10 pontos na tabela, e adversários diretos, há mais oito rivais: Goiás (15 pontos), Botafogo (15), Bahia (14), Vasco (9), Fluminense (8), Chapecoense (8), CSA (6) e Avaí (4).

Os outros clubes, embora tenham pontuações abaixo de alguns destes oito, como Corinthians (12 pontos), Grêmio (11), Athletico/PR (10) e Cruzeiro (8), não são considerados confrontos diretos com Vovô e Leão por serem clubes com potencial para a parte de cima de tabela.

Os dois representantes cearenses na elite voltam aos trabalhos enfrentando adversários diretos. O Leão encara o Avaí, na Arena Castelão, no sábado (13), às 17 horas; e o Vovô visita o Fluminense, na segunda-feira (15), no Maracanã, às 20 horas.

Se analisarmos os campeonatos de alvinegros e tricolores até então, em nove rodadas, o número de jogos e aproveitamento contra rivais diretos são diferentes, mas as projeções até o fim da Série A são parecidas, com ambos precisando melhorar.

Em nove jogos, o Ceará enfrentou cinco rivais diretos, conquistando 46,6% de aproveitamento, vencendo CSA em casa e Avaí fora, mas perdendo para Goiás e Vasco fora, além de empatar com o Bahia em casa.

Já o Leão, fez apenas três jogos, vencendo a Chapecoense fora, empatando com o Vasco em casa, e perdendo para o Botafogo fora, conseguindo 44,4% de aproveitamento.

galhardo
galhardo
O meia Galhardo fez 2 gols diante do Avaí em vitória fora de casa do Ceará Foto: EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Em comum, Ceará e Fortaleza têm uma vitória fora de casa, certamente modelos a serem seguidos. O Vovô bateu o Avaí, na Ressacada, por 2 a 1, com dois gols de Galhardo, sendo determinante para o time não estar agora no Z-4. O mesmo raciocínio serve para o Leão, ao bater a Chapecoense, por 3 a 1, na Arena Condá, com dois gols de Marcinho e um de Osvaldo, deixando o rival na zona de descenso.

Lamento

Mas analisando os jogos de ambos, sem dúvida os cearenses poderiam ter um aproveitamento melhor, lamentando alguns resultados.

Pelo Ceará, dois confrontos diretos em especial têm um sabor meio amargo: contra o Goiás, no Serra Dourada, o Vovô empatava em 1 a 1 e era melhor no jogo, buscando a virada, quando sofreu um gol aos 49 do 2º tempo, amargando a derrota.

Contra o Bahia, na Arena Castelão, o Vovô foi melhor, teve as melhores chances de gol para vencer o jogo diante da torcida, mas amargou um empate sem gols.

Ou seja, foram três pontos desperdiçados contra rivais diretos. Já contra o Vasco, o Ceará fez sua pior partida na Série A, em São Januário, não merecendo outro resultado.

O Tricolor do Pici tem a lamentar um resultado diante do Botafogo, no Nilton Santos. A arbitragem foi muito contestada pelos tricolores, pelo VAR não ter sido acionado em falta dentro da área em Wellington Paulista. Ou seja, o Leão poderia ter conquistado resultado melhor e evitado a derrota, saído com pelo menos um empate do Rio.

Diante do Vasco, na Arena Castelão, embora um empate em casa contra um rival direto seja lamentado, as circunstâncias tornaram o resultado bom para o Leão. O Tricolor saiu atrás do placar com gol de pênalti, aos 26 minutos, perdendo Nathan expulso no lance, mas conseguiu empatar aos 44 minutos do 2º tempo, com gol de Romarinho.

Projeções

Assim, com nove adversários diretos na Série A, o Vovô terá mais 13 confrontos, e o Leão 15, incluindo os dois Clássicos-Rei, o primeiro já no dia 3 de agosto, com mando do Ceará. E se mantiverem os aproveitamentos atuais, ambos somarão mais 20 pontos, precisando de mais 15 pontos em 16 jogos contra rivais mais fortes.

Quando comparados todos os jogos já realizados na Série A, Vovô e Leão possuem aproveitamento de 37%. O número é inferior ao que foi contabilizado tendo como foco apenas os adversários diretos.

O técnico Enderson Moreira, do Ceará, advertiu que o campeonato é muito equilibrado, seja contra equipes da parte de cima da tabela ou em confrontos diretos. "Teremos grandes vitórias contra adversários que investem muito mais, como teremos derrotas para adversários que investem menos. Não teremos vida fácil, espero que o torcedor possa acreditar acima de tudo, pois essa luta será até a última rodada. Não vai ser coisa antecipada. Teremos uma sequência muito difícil no campeonato, mas o importante é fazermos bons jogos. Conseguimos trabalhar as questões táticas, técnicas, e espero que eles possam colocar isso em prática no jogo", disse.

O treinador do Leão, Rogério Ceni, espera que sua equipe alie a parte tática com a melhora física para crescer na Série A. "A parte tática é o ponto forte desse time, e a gente vem incrementando nos treinamentos. O principal é colocar o time em nível de competição física e recuperamos no período de treinamento. Intensificamos os trabalhos físicos dentro das possibilidades e vamos esperar o resultado", disse ele.

Em nove rodadas na Série A, o Ceará fez cinco confrontos diretos, conseguindo 46,6% de aproveitamento, enquanto o Leão fez três jogos, com 44,4% dos pontos conquistados

Diário do Nordeste

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você sabe o que significa ou escuta podcasts?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor