Segunda-feira
05 de Dezembro de 2016
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016
Publicidade
Coluna
Curtas da Política por Donizete Arruda
Jornalista Donizete Arruda. (Foto: Agência Miséria)
Em 10/01/2014 às 13:45

Por Donizete Arruda
 

CID DEVE SAIR DE FÉRIAS

A contragosto, o governador Cid Gomes tem sido pressionado por seus mais próximos assessores e familiares para que tire, pelo menos, uma semana de férias ainda neste mês de janeiro. Cid resiste e desistiu de cumprir agenda oficial, que começava neste sábado, nos Estados Unidos. Quem o irá representar será o secretário Alexandre Pereira. Sobre a proposta de descanso, o governador alega querer concluir e entregar todas as 500 obras em andamento e, assim, não ter prazo e nem tempo a perder. A questão é que o ano de 2014 promete ser duro e com uma campanha eleitoral para o Governo e o Planalto. Daí, a sugestão dos colaboradores para que Cid cuide da saúde, fazendo essa parada. Apesar de não ter se decidido, o governador deve ter férias.

RETORNO

Quem regressou dos Estados Unidos, onde permaneceu nos últimos 10 dias em descanso, foi o vice- -governador Domingos Filho. Esperava assumir o Governo amanhã, mas só deverá ficar à frente do Abolição na segunda quinzena de janeiro. Discrição será, mais uma vez, sua norma.

SEM MORAL

Um dos motivos do rompimento do prefeito de Aiuaba, Airton Araújo, com o seu padrinho Ramilson Araújo é inusitado. Quem administrava a cidade era o ex-prefeito Ramilson, que se recusava a, inclusive, pagar o salário de prefeito a Airton. Em um ano de mandato, Airton só recebeu três meses.

EXPLICANDO

Airton Araújo era um “pau mandado” de Ramilson. Eleito, não punha os pés na Prefeitura. Quem governou, durante todo o ano de 2013, a cidade de Aiuaba foi Ramilson. Em troca, Airton tinha direito ao salário de prefeito. Ocorre que, por mesquinhez, Ramilson não quis pagar a Airton.

PRESTAÇÃO

Ramilson Araújo, no dia do pagamento do salário do prefeito de Aiuaba, Airton Araújo, ligava e mandava que ele fosse à Prefeitura. Lá, Airton recebia 10%, em outro dia 50%, noutro nada. A soma de 12 meses representa que Airton só teve direito a embolsar a três meses de salário.

VIREI HOMEM!

Laranja assumido e sem direito a receber sequer o salário de prefeito, Airton Araújo resolveu se rebelar. Foi até à Prefeitura e anunciou ao padrinho Ramilson: "A partir de hoje, estou assumindo a prefeitura. Quem vai mandar em tudo sou eu". Ramilson nem levou a sério as ameaças.

CASO DE POLÍCIA

Ao perceber que Airton Araújo não aceitava sua tutela, Ramilson ficou irado. Seus familiares resolveram tratar do assunto a bala. Foram até a casa de Airton e avisaram ao seu pai: ou ele volta a ser capacho de Ramilson ou morre. Airton pagou para ver e rompeu, definitivamente.

NOVA FORTALEZA

O prefeito Roberto Cláudio fala sério quando diz que não é candidato ao Abolição. Depois de um ano de administração, apagando os rastros de uma complicada herança, Roberto espera, em 2014, começar a colher os resultados dos investimentos que estão sendo feitos na saúde e, principalmente, em mobilidade urbana.

FORTALEZA FELIZ

Consciente de que a aprovação de sua administração alcançará os melhores índices justamente no ano de 2016, quando irá disputar a reeleição, o prefeito Roberto Cláudio trabalha para dotar Fortaleza de um planejamento estratégico que faça o fortalezense resgatar a sua auto-estima, tão maltratada nos últimos tempos.

DESCULPE A IGNORÂNCIA, o Ministério Público não deveria se envolver nessa briga de Aiuaba?

Publicidade
Compartilhe
Comentários
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira