Segunda-feira
11 de Dezembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
Publicidade
Publicidade
Depois de diagnóstico de doença
Redes Sociais ajudam homem a superar depressão
Em 2014, um problema profissional fez o consultor afundar na depressão (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)
Em 20/04/2017 às 10:45

“O segredo é não correr atrás das borboletas. É cuidar do jardim para que elas venham até você". Esses versos do poeta Mário Quintana estão na ponta da língua de Fábio Felippe, que faz questão de repeti-los para trazer inspiração a seus clientes. Aos 25 anos de idade, ele recebeu um diagnóstico: amiotrofia muscular espinhal (AME). Ele ouviu dos médicos os detalhes sobre essa doença degenerativa, que debilita o sistema nervoso até chegar ao ponto do paciente não conseguir se mover, ou até mesmo respirar. Mas por mais que não tenha sido fácil, ele continuou respirando.

Hoje, com 49 anos, ele é consultor e mentor de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo. Além disso, é consultor de um curso de Marketing para Psicólogos e co-produtor do Primeiro Curso de Periscope para Negócios. E a trajetória para chegar aonde chegou, convivendo com a enfermidade, serviu de inspiração para ajudar outras pessoas a recomeçarem suas vidas.

Segundo estimativas, um em cada 10 mil bebês nasce com a doença de Felippe. Ele foi esse “um” e desde criança já apresentava dificuldades para se movimentar. O diagnóstico veio anos depois e foi ali que ele decidiu entrar em uma faculdade e encarar de frente essa dificuldade. Nessa fase, porém, a enfermidade acabou sendo mais forte. Ele trancou o curso após dois anos e meio de estudo e passou a ficar em casa, começando aí a apresentar sintomas de depressão.

Foi com a chegada da internet que as coisas começaram a mudar. “Em 1995 eu fiquei completamente fanático por ‘negócios’. Eu comprei um computador e fui estudando, autodidata, tudo o que gira em torno de negócios, técnicas de vendas, marketing, redes sociais”, conta Felippe. Essa paixão o levou a começar uma empresa em sociedade, e ver seu trabalho ser um sucesso. Em 2014, porém, um problema com o sócio o fez recair na depressão.

“Fiquei uns sete meses sem sair de casa. Meu pai e minha mãe tomaram conta de mim nesse tempo”, revela Felippe. “Mas eu assumi o luto, sabe? Eu falei ‘eu vou aguentar, eu tenho que aguentar mais essa porrada. E eu aguentei’”. E foi sem sair de casa, na internet, que o consultor conseguiu se reerguer e retomar seus negócios. Ele começou a fazer cursos de marketing digital, Intagram, mídias sociais, ou seja, o pacote completo para voltar a ativa. “Eu sou especialista em tirar a pessoa do zero. Se eu renasci, todo mundo pode renascer”, afirma.

Esse renascimento trouxe com ele a marca de 400 novos clientes em cinco meses. Além disso, ele ainda mantem um canal no YouTube em que posta vídeos com dicas para o desenvolvimento profissional. Já são mais de cinco mil visualizações dessas ajudas online.

"É muito bom quando a gente tem uma pessoa de confiança que pode nos falar o que estamos fazendo de errado, o que podemos melhorar, para ajudar a alcançar um melhor resultado. É impressionante como o Fábio tem motivado empreendedores a dar o seu melhor e realmente sair fora da zona de conforto e produzir ainda mais", conta Ana Tex, especialista em Marketing Digital e mentora de Felippe.

Noticiasaominuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal só é permitida com o devido crédito da fonte e, caso não se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, clique aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira