Quarta-feira
24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
Publicidade
Publicidade
EUA

Trump ironiza Kim Jong Un e diz que seu botão nuclear é "maior"

(Foto: Reprodução/Terra)
Em 03/01/2018 às 11:50

A Coreia do Norte reabriu nesta quarta-feira uma linha de comunicação de fronteira com a Coreia do Sul que estava fechada há muito tempo, horas após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aparentemente ironizar o líder norte-coreano, Kim Jong Un, ao dizer que tem um botão nuclear "maior e mais poderoso" do que ele.

A decisão de Pyongyang de abrir a linha telefônica de fronteira aconteceu um dia depois que a Coreia do Sul propôs conversas de alto nível com o vizinho do norte, em meio a um tenso impasse sobre os programas nuclear e de míssil norte-coreanos.

Essa proposta veio após o pronunciamento de Ano Novo do líder norte-coreano Kim, no qual ele disse que estava aberto a conversar com Seul e que iria considerar enviar uma delegação para a Olimpíada de Inverno que será realizada do outro lado da fronteira, em Pyeongchang, em fevereiro.

Autoridades dos EUA disseram que Washington não levará qualquer conversa entre as Coreias a sério se não contribuírem para a desnuclearização da Coreia do Norte. Uma porta-voz do Departamento de Estado norte-americano disse que Pyongyang "pode estar tentando criar uma ruptura de algum tipo".

Kim ordenou a reabertura da linha de comunicação no vilarejo de trégua de Panmunjom às 4h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira, quando agentes sul-coreanos receberam uma ligação da Coreia do Norte na fronteira, afirmou o Ministério de Unificação da Coreia do Sul em mensagem.

Autoridades dos dois lados verificaram a linha e realizaram uma conversa de cerca de 20 minutos, cujo conteúdo não foi revelado pelo ministério.

O gesto ocorreu poucas horas depois de Trump, que apelidou Kim de "homenzinho do foguete", voltar a ridicularizar o líder norte-coreano no Twitter.

"Alguém do regime depauperado e faminto pode por favor informá-lo de que eu também tenho um botão nuclear, mas é um muito maior e mais poderoso do que o dele, e meu botão funciona!", tuitou.

Trump e Kim vêm trocando comentários beligerantes há meses, o que tem provocado alarme em todo o mundo, e em algumas ocasiões Trump desdenhou da perspectiva de uma solução diplomática para uma crise em meio à qual a Coreia do Norte ameaçou destruir os EUA.

Embora parecendo abrir a porta para debater uma participação na Olimpíada de Inverno sul-coreana, Kim também alertou que seguirá com a "produção em massa" de ogivas nucleares, desafiando sanções da Organização das Nações Unidas (ONU).

Seu discurso de Ano Novo sucedeu um aumento considerável nos lançamentos de mísseis em 2017, além do sexto e maior teste nuclear do país. Kim, que prometeu desenvolver um míssil com ogiva nuclear capaz de alcançar o território norte-americano, disse ter um botão nuclear em sua mesa.

A linha telefônica com Seul foi desligada pelos norte-coreanos em fevereiro de 2016 em retaliação ao fechamento de uma fábrica de fronteira operada conjuntamente pelas duas Coreias.

Terra

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira