Segunda-feira
21 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 21 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Cidade às escuras

Sem luz nos postes, moradores de Granjeiro relatam medo de sair à noite e cobram prefeitura

Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria
Em 06/02/2018 às 10:25
Compartilhar
Prefeitura confirma problema, e informa que tenta resolver enviando ofícios à Enel (Foto: Reprodução Ilustrativa / Google)

Moradores do município de Granjeiro, no Cariri, convivem diariamente com o medo de transitar pela cidade quando anoitece. Segundo denúncia feita ao Site Miséria, não há luz nas principais ruas do Centro, e a escuridão causa insegurança na população.

De acordo com alguns moradores que preferiram não se identificar, os casos mais graves são na Rua do Cruzeiro e avenida Francisco Monteiro, ambas no Centro. Há falta de lâmpadas também na praça Dr. Sirdes Borges, no mesmo bairro, informam.

"As pessoas se recolhem mais cedo, têm medo de ficar na calçada no escuro", diz um dos moradores. A população relembra que, em julho do ano passado, o jovem Marcos Stênio dos Santos Granjeiro morreu vítima de disparos de arma de fogo, o caso ocorreu exatamente na praça que hoje encontra-se às escuras.

Procurado pelo Miséria, o Chefe de Gabinete de Granjeiro, André Alexandre, informou que há uma liminar que garante toda a responsabilidade dos serviços de iluminação pública à Enel (antiga Colcele). Ele afirmou que o problema com ruas escuras existe há 15 dias, mas desde o início da gestão (2017), a prefeitura lida com lâmpadas queimadas nos postes.

Ainda segundo André, a prefeitura tenta resolver o problema enviando ofícios à empresa de companhia elétrica informando dos problemas com a falta de iluminação. Até o fechamento desta matéria, a Enel não havia se pronunciado sobre o assunto.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira