Sábado
20 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 20 de Outubro de 2018
Publicidade
Publicidade
Afastamento da zcit

Chuvas devem diminuir na segunda quinzena de maio, afirma Funceme

Em 16/05/2018 às 06:40
Compartilhar
Os primeiros 15 dias de maio deste ano registram 42,4 mm de volume acumulado. A média histórica para o mês é de 90,6 mm (Foto: Reprodução)

A Zona de Convergência Intertropical (Zcit), banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre e é o principal indutor de chuvas no Estado, começou a se afastar da costa cearense, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O distanciamento será responsável pela diminuição do volume de precipitações na segunda quinzena de maio, embora ainda sejam possíveis ocorrências trazidas por instabilidades pela proximidade dela com o Estado.

De acordo com o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, alterações em condições meteorológicas e oceânicas do Atlântico, como a temperatura da superfície do mar, levam ao afastamento da Zcit nessa época do ano. "Pelo menos, até 27 de maio, eventos de chuva podem sim ocorrer ao longo do Estado, mas devem ser esporádicos e eventuais, principalmente na metade superior do Ceará", diz.

Um sistema complementar à Zcit e que deve começar a atuar no Estado já antes do fim de semana é o Cavado de Altos Níveis (CAN). "Ele atua no primeiro semestre do ano e pode trazer chuvas. É um sistema temporário, mas que já ajuda", analisa Raul Fritz. Sem a influência mais forte da Zona de Convergência, o Ceará dependerá, nos próximos meses, de instabilidades do leste da região Nordeste.

Segundo dados preliminares do Calendário das Chuvas do Ceará, os primeiros 15 dias de maio deste ano registram 42,4 mm de volume acumulado. A média histórica para o mês é de 90,6mm. Nos últimos quatro anos, esse valor não foi superado: 2014 teve 85,1mm; 2015, 37,7mm; 2016, 47,4mm e, 2017, 69,4mm. Já maio de 2013 teve 1,8% de desvio positivo, ao registrar 92,2mm de chuvas.

A Climatempo Meteorologia confirma o afastamento da Zcit da costa e a diminuição da influência do fenômeno. Haverá bastante sol e chuva passageira no Estado, nos próximos dias, "mas a chuva que ocorrer já não será volumosa e nem generalizada sobre o Estado. As condições de chuva para junho tendem a diminuir ainda mais, como é comum neste mês", afirma a meteorologista Josélia Pegorim.

As ocorrências em todo o Nordeste serão moderadas até 21 de maio, com maior incidência na costa leste do continente. Entre o Ceará e o Maranhão, os volumes previstos de chuva podem variar de 20mm a 50mm, principalmente no litoral e no Norte do Estado. No Centro-Sul, as chuvas ficam entre 2mm e 20 mm.

La Niña

Apontado como influência positiva para as chuvas no Ceará, o fenômeno La Niña chegou ao fim no Oceano Pacífico, conforme o último boletim da Agência Americana de Meteorologia e Oceanografia (NOAA), divulgado em 10 de maio. Contudo, para o meteorologista Raul Fritz, mesmo se a La Niña continuasse, não teria tanta influência para as precipitações no Estado, uma vez que "a Zcit vai embora independente dela porque depende do Atlântico".

Entre maio e julho, há 40% de probabilidade de chuvas abaixo da média no leste e no norte da Região Nordeste, conforme prognóstico da Previsão Climática Sazonal, elaborada pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Para a categoria dentro da média, a porcentagem é de 35% e, acima, 25%.

A diminuição da frequência das chuvas a partir de agora, para a meteorologista Graziella Gonçalves, da Somar Meteorologia, põe em risco o nível dos reservatórios estaduais. Atualmente, os 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) contabilizam 17,1% do volume total. Em todo o Estado, 18 reservatórios estão sangrando, e 28 têm mais de 90% da capacidade. Contudo, 83 têm menos de 30%. O Castanhão está com 8,7% da capacidade total.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira