Quarta-feira
19 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Cantora sofreu uma overdose

Demi Lovato pode ter usado mesmo opioide que matou Prince, diz site

Em 14/08/2018 às 17:40
Compartilhar
Demi Lovato no Rock in Rio Lisboa (Foto: Divulgação)

A overdose de Demi Lovato pode ter sido causada pelo mesmo opioide que causou a morte do cantor Prince, segundo informou o site TMZ. Demi foi encontrada desacordada em sua casa na madrugada do dia 24 de julho após realizar uma festa em sua casa.

De acordo com a publicação, Demi enviou uma mensagem para um traficante ir até sua casa, em Hollywood Hills, às 4h daquele dia. O traficante levou para Demi oxicodona, um opioide analgésico semelhante a morfina. Segundo fontes do TMZ, este traficante tinha o hábito de comprar drogas do México e, aparentemente, a oxicodona encomendada pela cantora estava misturada com fentanil, um analgésico potente. Fentanil é o opiaceo que causou a morte do cantor Prince e do rapper Lil Peep.

Ainda segundo o TMZ, Demi estava em contato com esse fornecedor de drogas desde abril. Ele teria fugido da casa da cantora assim que notou que ela estava com dificuldade de respirar.

Atualmente, segundo a revista People, Demi Lovato está internada em uma clínica de reabilitação, para onde seguiu assim que teve alta do hospital no início de agosto.

Fonte: G1

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira