Política
Abuso de poder
Ministério Público Eleitoral pede inelegibilidade do youtuber eleito André Fernandes
Compartilhar

Ministério Público Eleitoral pede inelegibilidade do youtuber eleito André Fernandes (Foto: Reprodução)

Por Alana Soares/Agência Miséria
Em 13/12/2018 às 15:40
Publicidade

O deputado estadual eleito para 2019-2022 André Fernandes (PSL) é alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral do Ceará.

 Assinada pelo Procurador Regional Eleitoral Anastácio Nóbrega Tahim Júnior, a ação pede a inelegibilidade de Fernandes ao cargo público ao que o MPE entendeu ser abuso de poder religioso ao participr de eventos e receber endosso de líderes.

Publicidade


No documento, o Ministério Público Eleitoral anexa imagens publicadas no perfil de Instagram do denunciado, onde ele aparece em templos, cultos e igrejas, e trecho da fala de um pastor apresentando André aos fieis como “um instrumento de Deus”.

“O então candidato André Fernandes foi beneficiado com uma espécie de publicidade extraoficial ao ser exaltado no contexto de diversos cultos religiosos, perante milhares de fiéis presentes no local, que lhe propiciou experimentar invejável e ilegítimo favorecimento, em evidente quebra da paridade de armas”, afirma o procurador.

Publicidade


André Fernandes, youtuber com posicionamentos conservadores e polêmicos, tem apenas 21 anos e foi o candidato estadual mais bem votado nas últimas eleições, atingindo mais de 109 mil votos.


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acredita no bom desempenho do Guarani e do Barbalha no Campeonato Cearense Série A?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor