Cariri
50 dias de medo
Reparos na escadaria que desabou no Crato devem começar em junho
Por:
Jornalista Alana Soares
Em 24/05/2019 às 17:30

Moradores ainda se sentem inseguros (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

Já se passaram 50 dias desde a forte chuva que causou o desabamento de parte da estrutura da Encosta do Seminário no início de abril, no Crato. As 35 famílias realocadas em aluguel social e os moradores que continuam nas proximidades aguardam o início das obras de reparo, que só devem começar em junho.

Em 24 de abril o Miséria publicou uma reportagem onde moradores relatam medo e insegurança com as chuvas e um possível novo desabamento de terra. “É pedir a Deus que não chova”, nos disse o marceneiro Francisco Nunes Batista, 51, que mora na localidade há 30 anos.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Para a equipe da Secretaria de Infraestrutura, a espera é estratégica. “É preciso esperar o período chuvoso acabar”, esclarece o secretário José Muniz, que diz ser perigoso colocar maquinário no local agora.

35 famílias das ruas Bárbara de Alencar e Sagrada Família estão em aluguel social desde 4 de abril, podendo o auxílio ser estendido até setembro, caso necessário.

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você se sente seguro em sala de aula?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor