Ceará
São João 2019
Maior volume de chuva em 10 anos garante safra de milho e fartura nas festas juninas do Ceará
Em 15/06/2019 às 16:30

Várias receitas de comidas típicas juninas têm o milho como principal ingrediente (Foto: Reprodução)

Compartilhar

A safra de milho trouxe de volta a esperança para os agricultores cearenses, que teve neste ano o maior volume de chuva dos últimos 10 anos. "Nós tivemos uma boa colheita, temos um bom açude cheio d´água pra tomar banho, tem água pra beber; quando for no verão, ter o peixe... tudo representa a cultura da nossa cidade, não tem coisa melhor não", comemora Francisco de Assis Nogueira.

O milho, que é o principal ingrediente das comidas típicas das festas juninas, garante também fartura nos arraiás e apresentações de quadrilhas.

O período de chuva no Ceará, que vai de fevereiro a maio, teve um acúmulo de 671 milímetros de chuva, o maior dos últimos 10 anos e um dos melhores desde 1999.

O volume foi bom para a safra de milho, um dos principais produtos cultivados pelos pequenos agricultores do estado. Em abril, por exemplo, a produção chegou a 529 toneladas, 11% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

"Por sinal, nós estamos no mês de junho, ainda tem milho verde pra ser colhido, e o pessoal tá satisfeito demais com o inverno e com a safra deste ano", afirma o técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), João Batista Gualberto.

Milho e festas juninas

Além da economia, a boa safra do milho vai animar as festas juninas, que tem o produto como o principal símbolo. As comidas típicas do mês são quase todas feitas à base de milho.

"Temos o mungunzá doce, o pé de moleque, bolo de milho, de aipim, enfim, tudo do mês de junho é bom", enumera a aposentada Rute Helena Ferreira da Silva.

No nordeste, durante o mês de junho, é difícil entrar numa padaria e comprar apenas o pãozinho tradicional. Nesse período, as comidas típicas ficam expostas em local de destaque. A estratégia reflete no aumento das vendas.

Segundo a indústria da panificação do Ceará, a estimativa é que em junho o faturamento deve crescer até 15%, se comparado ao mês anterior. O crescimento desse ano se deve, em parte, à fartura da colheita do milho.

"A gente compra o bolo de milho, compra o cuscuz, compra a canjiquinha, milho, todas as variedades", relata o vendedor Edson Almeida.

Fonte: G1 CE

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você já tentou subornar guardas de trânsito durante blitz?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor