Sexta-feira
25 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 25 de Maio de 2018
Publicidade
Publicidade
Mais opções

Fifa aprova que pré-lista da Copa do Mundo aumente de 30 para 35 jogadores

Em 08/02/2018 às 15:30
Compartilhar
Caso decisão seja aprovada pelo Conselho, Tite poderá colocar 35 nomes na pré-lista para a Copa (Foto: Reprodução)

A pré-lista de jogadores convocados para a Copa do Mundo deve aumentar de 30 para 35 jogadores na Rússia. O Comitê Organizador das Competições da Fifa concordou nesta quinta-feira em mudar o número de atletas na relação inicial enviada à entidade, e agora o Conselho da federação vai votar se a medida será colocada em prática em sua próxima reunião, em março, na Colômbia. A lista final de convocados para a Copa do Mundo segue inalterada, com 23 nomes.

A pré-lista só pode ser publicada pelo secretariado geral da Fifa com a permissão explícita da respectiva associação participante. Estas alterações aos parágrafos 1 e 3 do artigo 44 do Regulamento da Copa do Mundo da Fifa de 2018 ainda estão sujeitas à aprovação do Conselho da Fifa em sua próxima reunião, que se realizará em Bogotá, na Colômbia, em 16 de março - diz a Fifa.

Com a decisão, as federações não terão mais a necessidade de revelar os nomes da pré-lista que ficarão fora da relação final da Copa do Mundo. Como no caso, por exemplo, do Brasil nos últimos Jogos Olímpicos. À época, o técnico Rogerio Micale não queria revelar quem os quatro suplentes, mas a Fifa tornou os nomes públicos assim mesmo.

Em 2010, os seis nomes da pré-lista que não disputaram a Copa foram os seguintes: Alex (zagueiro ex-Chelsea), Carlos Eduardo (meia ex-Flamengo), Ronaldinho Gaúcho, Sandro (meia ex-Inter), Ganso, Marcelo e Diego Tardelli. Já em 2014 os suplentes foram esses: Diego Cavalieri, Rafinha, Miranda, Filipe Luis, Lucas Leiva, Lucas Moura e Alan Kardec.

O prazo para as federações responsáveis pelas 32 seleções do Mundial enviarem a pré-lista da Copa à Fifa será 14 de maio. Já a convocação definitiva, com 23 jogadores nomes, terá que ser feita até 4 de junho, 10 dias antes do jogo de abertura da Copa do Mundo, entre Rússia e Arábia Saudita. Em caso de lesão reconhecida pela Fifa, os treinadores poderão escolher um nome fora da pré-lista para substituir o atleta cortado.

 

globoesporte

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira