Esporte
Campeonato Paulista
Sheik faz golaço no fim, classifica e põe Corinthians em 1º
Compartilhar

(Foto: Reprodução/ Terra)

Em 08/03/2018 às 09:15
Publicidade

O Corinthians quase somou o seu terceiro empate consecutivo na noite desta quarta-feira. Após ficar na igualdade com o Millonarios, pela Copa Libertadores da América, e o Santos, o time de Fábio Carille contou com um gol do jogador mais velho da sua história para derrotar o Mirassol por 1 a 0 em Itaquera. O ídolo Emerson Sheik anotou aos 42 minutos do segundo tempo.

O resultado levou o Corinthians aos 20 pontos ganhos no grupo A do Campeonato Paulista, na primeira colocação, seguido pelo Ituano, com 17. O Mirassol totaliza 11 e é o lanterna da chave D, que tem o Santos (18) como líder.

Publicidade


Na última rodada da fase de grupos do Estadual, no domingo, o Corinthians buscará novo resultado positivo diante do Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. O Mirassol receberá o Linense.

O jogo - Atraindo poucos torcedores a Itaquera em uma noite chuvosa, o Corinthians também não parecia muito animado diante do Mirassol. O time de Fábio Carille aceitava a marcação da equipe adversária desde os primeiros minutos, sem buscar alternativas para incomodar o goleiro Fernando Leal.

Publicidade


Entre os estreantes, o ídolo e veterano Ralf tinha uma atuação segura - o Mirassol também não chegava a lhe oferecer tanto trabalho - e ainda se apresentava ao ataque vez ou outra. Já o lateral esquerdo Sidcley, vindo do Atlético-PR, sofria com a falta de entrosamento e era bastante discreto no setor ofensivo, onde costuma se sair melhor.

Para acuar o Mirassol, o Corinthians dependia da criatividade e da movimentação da sua linha de quatro jogadores mais avançados. Jadson, contudo, exagerava nos erros de passe. Na direita, Lucca, o substituto do desgastado Romero, estava apagado. E quase ninguém acompanhava as jogadas de efeito de Clayson do outro lado do campo.

Com o Corinthians acomodado, o Mirassol encontrou brechas para se esperançar em ficar em vantagem no marcador. Aos 28 minutos, por exemplo, Douglas Baggio fez um cruzamento perigoso da direita, e a bola passou por todo o mundo. O mesmo jogador obrigou Cássio a espalmar para o lado em um chute de fora da área.

Embora o Corinthians até tenha pressionado nos instantes finais do primeiro tempo, o Mirassol perdeu de vez a discrição em Itaquera no princípio do segundo. O time do interior ocupou o campo de ataque e assustou em um desvio pelo alto de Edson Silva. Fábio Carille, preocupado, mandou os seus reservas para o aquecimento já aos quatro minutos.

Antes de trocar peças no Corinthians, o técnico ainda tentou ajeitar o seu time com Lucca centralizado, como referência do ataque, e Jadson na ponta direita. Aos 12, ele mexeu. O experiente Emerson Sheik, bastante aplaudido pelos torcedores, foi o escolhido para substituir Jadson.

O Corinthians deixou de ser ameaçado a partir da mudança, mas não chegou a acuar o Mirassol. O máximo que fez foi acirrar um pouco mais o confronto, com jogadas mais ríspidas e discussões. Por isso, Carille recorreu a Pedrinho, novato que estava no ostracismo em 2018, na vaga de Lucca, aos 28.

O Corinthians melhorou, sem empolgar a sua torcida. Só foi levantar o público de Itaquera, de fato, aos 42 minutos. Emerson Sheik dominou bonito em uma sobra de bola e concluiu firme, no alto, para anotar o seu 27º gol como corintiano. Pedrinho, no final, ainda teve a chance de ampliar o placar, mas desperdiçou.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 MIRASSOL

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 7 de março de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Público: 15.144 pagantes (total de 15.388)

Renda: R$ 611.717,50

Cartões amarelos: Fagner, Clayson e Rodriguinho (Corinthians); Wellington Reis, Gilsinho e Edson Silva (Mirassol)

Gol: CORINTHIANS: Emerson Sheik, aos 42 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Lucca (Pedrinho), Jadson (Emerson Sheik), Rodriguinho e Clayson (Mateus Vital)

Técnico: Fábio Carille

MIRASSOL: Fernando Leal; Danilo Boza, Wellington (Riccieli), Edson Silva e Marlon; Wellington Reis, Paulinho (Luís Oyama), Douglas Baggio (Dalberto) e Xuxa; Gilsinho e Zé Roberto

Técnico: Moisés Egert

Terra


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acha que deve haver leis mais duras para quem agride animais no Brasil?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor