Quinta-feira
22 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Setembro Amarelo

Município de Aurora realiza mobilização de prevenção contra o suicídio

Em 12/09/2018 às 11:15
Compartilhar
Município de Aurora realiza mobilização de prevenção contra o suicídio (Foto: Luiz Neto)

Aderindo ao Movimento Mundial do Setembro Amarelo, mês considerado de Prevenção Contra o Suicídio a Secretaria Municipal de Saúde de Aurora em parceria com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) realizou na manhã de hoje (Terça-feira, 11/Set) uma importante mobilização de conscientização.

O evento contou também com o apoio de representantes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Conselho Tutelar, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), dentre outros segmentos representativos da gestão municipal do prefeito Júnior Macedo.



A concentração inicial ocorreu na Praça da Matriz, que sob o tom da Banda de Música Municipal Senhor Menino Deus percorreram algumas ruas da cidade, tendo como itinerário final a Casa da Cultura Moacir Soares Pinto – Centro Cultural Aldemir Martins (ao lado da Igreja Matriz). A caminhada reuniu além dos profissionais da área da saúde, alunos da Escola Estadual de Educação Profissional Leopoldina Gonçalves Quezado, educadores, sociedade civil, assim como a população de modo em geral.

Neste espaço cultural, a organização do certame desenvolveu ações focadas para a prevenção ao suicídio, como por exemplo, fala das autoridades, palestra com a médica Kassandra Lins, apresentação do Grupo de Dança do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), seguido de apresentação poética, finalizando lanche para todos os participantes.

A Secretária Municipal de Saúde, Monalisa Holanda falou que o suicídio vem sendo uma das causas mais freqüentes de morte, mas que muito bom quando o paciente tem com quem contar, e que cada um de vocês participantes deste momento possa conversar com seus familiares no sentido de prevenir o problema. Monalisa também elogiou veementemente o trabalho desenvolvido pelo CAPS. Também fizeram o uso da palavra a Secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Gardênia Gonçalves, assim como a Coordenadora do CAPS, Allana Kisley.

A palestrante Drª Kassandra fez um verdadeiro raio X do problema debatido, inclusive alguns dados estatísticos divulgado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), visto que o suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentaram tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio. Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. Evita-se o assunto, o que só colabora para seu aumento dos casos, pois as pessoas muitas vezes não sabem que podem procurar ajuda.

Kassandra informou que o Estado do Ceará é o 5º colocado do país em casos de suicídio, mas que 90% dos casos podem ser evitados desde que o problema seja trabalhado.

Assessoria de Comunicação

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira